Psicanálise

A psicanálise foi criada pelo médico neurologista Sigmund Freud, que a partir das observações constituídas de seus pacientes diagnosticados com neuroses, desenvolveu as teorias psicanalíticas de investigação da mente humana e seus traumas, fobias, complexos, pulsões, conflitos, transtornos, etc.

As teorias de Freud, são utilizadas em clínica para a compreensão do que ele denomina de inconsciente, e trazer para o consciente as causas que trazem o conflito gerado no indivíduo para buscar o equilíbrio do ser.

A Terapia psicanalítica estimula a pessoa se conhecer melhor, aceitando suas limitações, ajustando suas questões mal resolvidas e que geram sofrimento e angustia, aprimorando seus pontos fortes, permitindo sua transformação.

Fazendo terapia, conseguimos força (energia) para nos encontrar, num processo de enfrentamento pessoal, para, aos poucos, aprendermos a aceitar nosso verdadeiro eu, lidando melhor com nossa imperfeição, mas compreendendo a plenitude das possibilidades.

Através do processo terapêutico passamos a perceber coisas que não conseguiríamos sozinhos. É na terapia que sentimos o quanto somos iguais uns aos outros, que não há ninguém melhor nem pior, que cada um tem o seu tempo e que sem nos aceitarmos nunca poderemos encontrar a verdadeira felicidade.